Dedo Rezende - O vice que traria experiência para a gestão de Cabedelo.

Em meio às especulações que circulam nas redes sociais sobre a escolha do candidato a vice-prefeito na chapa de Vitor Hugo nas eleições extraordinárias do município de Cabedelo, eis que surge o nome de Edézio Rezende.


Dedo, como é popularmente conhecido na cidade, teve seu nome mencionado em diversos grupos de WhatsApp e também foi citado em redes sociais abertas (Facebook e Instagram) como sendo a melhor escolha para atuar ao lado do atual gestor e dar continuidade ao bom trabalho que o mesmo vem exercendo na cidade portuária.



Os que defendem seu nome afirmam que a escolha seria interessante e favorável pra o desenvolvimento de Cabedelo,  porque mesclaria a juventude de Vitor Hugo com a experiência de Dedo.


                                                 
                                                            Dedo Rezende  


Rezende já foi vereador, vice-prefeito, prefeito e vice-presidente do Porto de Cabedelo e também contaria em seu favor uma excelente aceitação e acesso no meio político paraibano e, inclusive, com trâmite em Brasília-DF. Fato, que poderia abrir ainda mais as portas para que os recursos fossem carreados para a cidade na busca por novos projetos.

Nos próximos dias, o grupo do prefeito Vitor que encabeçará a chapa do PRB tomará essa decisão para concorrer ao pleito que já será disputado no dia 9 de dezembro.


Confira abaixo os comentários nas redes sociais: 







Blog do RC/Assessoria/Redes Sociais

Professora tarada que tirou a virgindade de aluno de 14 anos é condenada

post-feature-imageA professora Stephanie Peterson, de 27 anos, foi condenada após se declarar culpada por ter tirado a virgindade de um aluno de 14 anos.

Durante as audiências, foi revelado que Stephanie, que era casada, fez sexo com o menor em um celeiro e do carro dela, contou o "Daytona Beach News Journal". Os dois também fizeram sexo oral na sala da casa da professora. Em outras duas oportunidades, eles não tiveram relação sexual porque nenhum deles tinha preservativo.

O relacionamento ilegal entre Stephanie e o aluno durou de novembro do ano passado até a prisão da professora de Ciência da New Smyrna Beach Middle School (Flórida, EUA), em fevereiro. Um mês após a detenção, o marido pediu divórcio, terminando com dois anos de casamento.

Os primeiros contatos entre os dois ocorreram por meio do Instagram. Logo, os dois estavam trocando nudes. De acordo com o processo, Stephanie forneceu maconha ao adolescente.

A pena ainda será proferida pelo juiz que cuida do caso. A professora pode ser condenada a até 15 anos de prisão.



Extra

Deputado Federal Damião Feliciano(PDT) coloca o nome do médico Dr. André Lima na disputa das eleições suplementares de Cabedelo

Com novos rumos políticos tomados a partir da renúncia do Ex- Prefeito Leto Viana, que encontra-se  afastado e preso provisoriamente, devido a operação Xeque Mate, a cidade de Cabedelo, borbulha, aumenta a pressão, em total efervescência política,para a disputa do pleito suplementar.

Com o atual prefeito interino Vitor Hugo (PRB), lançando seu nome para a disputa das eleições suplementares para prefeito,  e outros nomes que também são colocados, pleito que de acordo com o TRE, ocorrerá no dia 09 de dezembro deste ano.

 O PDT , através de sua direção executiva estadual na pessoa do presidente Deputado Federal Dr. Damião Feliciano,  também insere o partido na disputa.

Apesar do PDT,  ter disputado as últimas eleições municipais com a candidata Eneide Régis, a conjuntura politica mudou, após a família Régis ter se declarado oposição ao atual gestor, que vem fazendo grandes realizações à frente da prefeitura de Cabedelo. 
Consequentemente,  a executiva estadual do PDT, decidiu participar das eleições suplementares na cidade do Farol da Pedra Seca, em uma provável composição com o atual gestor, sendo o melhor nome que o partido possui na atualidade em Cabedelo,  é o atual Presidente do PDT municipal, o médico e diretor do hospital Dr. André Lima.




"Decidi lançar o nome do médico Dr. André Lima,por entender que ele será um grande parceiro na gestão,e o mais importante, tem um nome conceituado na cidade e limpo"."Fui o  segundo deputado mais votado em Cabedelo,com 1829 votos,então vejo que o nosso partido tem força e deve ser representado com Dr. André.Frisou o deputado Damião Feliciano.  

Entre os agentes políticos e a população em geral, o nome de Dr. André Lima,  aparece como possível candidato a vice prefeito, ao lado do atual gestor Vitor Hugo,que seria a melhor opção. São diversos elogios,  até mesmo entre os opositores políticos de Dr. André Lima, que com uma vida pública limpa, sem nenhuma mancha e diversos trabalhos prestados à população, credencia-se para a disputa e coloca os outros candidatos “nas cordas”.



"A pedido do Deputado Federal Damião Feliciano,lanço meu nome para as eleições suplementares" disse o médico e diretor do Hospital Padre Alfredo Barbosa,  Dr. André Lima(Na foto) 










Blog do RC/Assessoria





TRE define data de novas eleições para prefeito de Cabedelo, PB

Foi definida nesta sexta-feira (19) a data para as novas eleições que devem acontecer em Cabelo, na Grande João Pessoa. O Tribunal Eleitoral (TRE) definiu que no dia 9 de dezembro, um domingo, a população do município escolherá o novo prefeito.

Leto Viana (PRP), prefeito afastado de Cabedelo após ser preso na Operação Xeque-Mate da Polícia Federal, renunciou ao mandato dele à prefeitura no último dia 16. O ex-prefeito estava afastado do cargo desde o dia 3 de abril, após decisão da Câmara de Vereadores de Cabedelo.

A apuração dos resultados seguirá o mesmo método das eleições realizadas em outubro deste ano. No site do TSE, serão disponibilizadas as informações do processo, como o calendário eleitoral, prazos referentes às eleições, registros de candidaturas, campanha eleitoral, declaração de bens, dia da eleição e diplomação, todas as etapas do pleito.

A renúncia do gestor afetou diretamente a gestão municipal. A Câmara teve que notificar a Justiça Eleitoral e convocar as novas eleições no município, já que a renúncia de leto aconteceu antes de completar dois anos do atual mandato, iniciado em janeiro de 2017.



G1

Inep libera cartão de confirmação do Enem 2018

Já nesta segunda-feira, 22, os candidatos terão acesso ao cartão de confirmação do Enem. — Foto: Shutterstock
Atenção, candidato! Está chegando a hora do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgar o seu local de prova. Para ter acesso ao Cartão de Confirmação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), basta visitar o endereço https://enem.inep.gov.br/participante/#!/inicial O acesso já vai estar disponível a partir desta segunda-feira, 22 de outubro. Você precisará ter em mãos o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e lembrar da senha de acesso à página. É preciso salvar a informação, já que o cartão não é mais enviado para a sua casa.

Provas
Vale lembrar que as provas de Linguagens e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias serão aplicadas no dia 4 de novembro. Já as provas de Matemática e Ciências da Natureza no domingo seguinte, 11 de novembro. Apesar de não aderir ao horário brasileiro de verão, as escolas cearenses vão precisar abrir os portões mais cedo, às 11h. Ao meio-dia, em horário local, eles serão fechados para início da resolução do caderno de questões.

E quando sai o resultado do Enem 2018?
A mesma ansiedade que toma de conta do estudante na véspera do Enem persiste depois que a prova acaba. A tensão volta-se não mais para a resolução dos itens e produção da redação, mas para o resultado. A curiosidade de saber o desempenho individual, no entanto, só será tirada de uma vez por todas no dia 17 de janeiro de 2019, quando o Inep deverá tornar público os detalhes da pontuação de cada candidato.

Veja o cronograma do Enem 2018




Anote as informações e acompanhe todas as etapas até chegar na sua aprovação — Foto: Farias Brito



Organização Educacional Farias Brito



Quem nunca contribuiu com o INSS pode se aposentar?


Quem nunca pagou contribuição junto ao INSS pode receber aposentadoria no valor de um salário mínimo? A resposta é sim. Isso referente a uma ajuda do Governo Federal, no valor de um salário mínimo, para as pessoas de família de baixa renda.

Mas quem tem direito a este benefício? As pessoas que têm mais de 65 anos de idade ou, de qualquer idade, se tiverem alguma incapacidade de longa duração.

Além da idade ou da incapacidade, o interessado ao benefício tem que provar também que a família não tem condições de manter este idoso ou esta pessoa com deficiência, que pode ser de natureza mental, física, intelectual ou sensorial.

É como se fosse uma aposentadoria?

Exatamente isso, mas é um benefício da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) conhecido como BPC – Benefício de Prestação Continuada.

A diferença é que as aposentadorias e pensões têm o décimo terceiro e o BPC não tem.

Como o INSS avalia se a pessoa é de uma família de baixa renda?

A avaliação é feita por meio de um assistente social. Por isso, é necessário que o interessado leve no INSS, no dia do protocolo do pedido, um estudo social feito por um assistente social.

Como conseguir um estudo social?

Basta procurar um assistente social no CRAS, que é o Centro de Referência de Assistência Social.

A família deve estar inscrita e atualizada no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) antes da apresentação de requerimento à unidade do INSS.


WhatsApp esvaziou debate na campanha eleitoral deste ano, dizem especialistas

As eleições presidenciais de 2018 inauguraram uma nova maneira de se fazer campanha no Brasil, conforme os especialistas ouvidos pela Agência Brasil. O horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão perdeu a atenção quase exclusiva dos eleitores, que também não seguem mais seus candidatos em carreatas ou passeios públicos - mas em espaços virtuais fidelizados como os perfis dos políticos nas redes sociais.

“É quase uma não campanha”, considera o cientista político Malco Camargos, professor da PUC Minas. “O elemento novo são as redes sociais”, assinala a diretora-executiva do Ibope, Marcia Cavallari. “É um fenômeno novo, ainda em teste”, opina Beatriz Martins, autora do livro Autoria em Rede: os novos processos autorais através das redes eletrônicas.

Com essas mudanças, o debate público ficou esvaziado. Em vez da discussão de propostas sobre geração de emprego, atendimento à saúde, qualidade do ensino, transporte ou segurança pública, eleitores usam seu tempo compartilhando memes com supostos atributos do seu candidato ou com defeitos do oponente.

“As mensagens correm em grupos fechados, dentro das bolhas. Esse ambiente não se caracteriza como espaço público. Não há oportunidade de contraditório”, descreve Beatriz Martins. Nem sempre os conteúdos repassados são comprovados.

Familiares, amigos e colegas de trabalho se tornaram cabos eleitorais engajados, compartilhando inúmeras mensagens por dia, por vezes falsas, como atesta avaliação de 347 grupos de WhatsApp feita pelos professores Pablo Ortellado (USP), Fabrício Benvenuto (UFMG) e a Agência Lupa de checagem de fatos. O estudo mostra que entre as imagens mais compartilhadas apenas 8% podem ser classificadas como verdadeiras.

Violência simbólica

Para Fábio Gouveia, coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura da UFES, “consolidou-se uma tendência que já estava em curso antes da eleição: violência simbólica, desconstrução de imagem e desinformação”.

O especialista avalia que a maneira como são usadas as novas mídias afeta a credibilidade dos meios tradicionais. “Há uma cruzada que põe em xeque a legitimidade da imprensa”. Segundo ele, é preocupante o comportamento social disseminado entre eleitores de dizer que “a mídia mente” quando confrontados com notícia apurada contra o seu candidato.

Gouveia alerta que a desqualificação constante do trabalho da imprensa e a dificuldade de perceber quando a notícia é falsa ou verdadeira são prejudiciais à democracia. “Independentemente de quem vença em 28 de outubro, esse estrago está feito”, registra.

Esvaziamento dos jornais e importância da TV

“É preciso ensinar as pessoas a lidarem com tanta informação. Saber o que é confiável e o que não é”, pondera Beatriz Martins. Ela, que é jornalista, aponta o “esvaziamento dos jornais” que “perderam peso” com a demissão de jornalistas e diminuição de redações.

Para o filósofo Nélio Silva, mestrando na UFScar, o baixo índice de leitura dos brasileiros é um problema que agrava a circulação de notícias falsas. Por causa disso, segundo ele, a televisão ainda é importante e debates entre os candidatos à Presidência poderiam fazer os eleitores conhecerem melhor as propostas de Jair Bolsonaro (PSL) e de Fernando Haddad (PT).

Para Marcia Cavallari, do Ibope, a televisão teve papel fundamental na campanha. Ela lembra que muitas imagens compartilhadas por WhatsApp, Facebook, Twitter ou Instagram foram replicadas de entrevistas e debates ocorridos nas emissoras de TV. “Uma coisa alimenta a outra”, avalia. O cientista político Malco Camargos concorda e lembra que a TV foi central na cobertura do atentado a faca sofrido por Bolsonaro em Juiz de Fora, no mês de agosto.



Agência Brasil




XEQUE MATE: Novas delações premiadas deixam envolvidos apreensivos

montagem279 - VEM BOMBA NA XEQUE MATE: Mais duas delações premiadas homologadas estão deixando envolvidos apreensivos
Os desdobramentos da Operação Xeque-Mate estão longe de ter um fim. Após ter vindo à tona o envolvimento do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Fernando Catão, e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) em um dos episódios do suposto esquema criminoso, o do embargo da construção de um shopping em Intermares, novas figuras podem ser relacionadas às investigações policiais.

Dois novos acordos de delação, ou colaboração premiada (como é mais referenciada no vocabulário jurídico), foram homologados. Se trata do quarto acordo firmado pelo Gaeco, sendo que se tem conhecimento que uma delação corresponde a ao ex-presidente da Câmara de Cabedelo, Lucas Santino, enquanto a outra foi realizada pelo vereador afastado Júnior Datele. As novas duas, no entanto, permanecem em mistério pois estão sob regime de sigilo.

Novos capítulos da operação que abalou a cúpula política de Cabedelo devem surgir nos próximos dias, prometendo trazer a ao conhecimento público o envolvimento de novos empresários, políticos e servidores do mais alto escalão em um dos maiores esquemas de corrupção da história paraibana.

Segundo apurou o blog de maneira interna, são tantos dados, informações e documentos divulgados pelos delatores que os investigadores estão de desdobrando para dar conta de tudo nos prazos previstos.


WhatsApp Image 2018 10 18 at 14.56.36 1 - VEM BOMBA NA XEQUE MATE: Mais duas delações premiadas homologadas estão deixando envolvidos apreensivos





Diego Lima








Ex-prefeito de Bom Jesus é preso por improbidade administrativa

Resultado de imagem para Evandro Gonçalves de Brito de 62 anos.O GTE de Cajazeiras conduziu na tarde desta quinta-feira dia 18, até a cadeia de Cajazeiras o ex-prefeito do município de Bom Jesus, Evandro Gonçalves de Brito de 62 anos. 

O ex-gestor tinha contra si um mandado de prisão em aberto por improbidade administrativa, praticada quando comandou a Prefeitura de Bom Jesus, de acordo com a Polícia Civil.

Após a detenção, ele foi encaminhado para a Delegacia de Cajazeiras, e logo em seguida será apresentado na Cadeia para cumprir sua pena semiaberto.






Blog do RC/Angelo Lima

Candidatos do Enem 2018 terão que ficar atentos ao horário de verão

Candidatos do Enem 2018 terão que ficar atentos ao horário de verão
A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcada para o dia 4 de novembro, vai coincidir com o início do horário de verão. Com isso, mais de 3 milhões de candidatos vão precisar adiantar o relógio em uma hora para se adequarem ao novo horário. Esses estudantes representam 56% do total de cinco milhões e meio de candidatos com inscrição confirmada nas provas.

O horário de verão entrará em vigor em dez estados, além do Distrito Federal, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-oeste. Acontece que nem todos os estados estarão no horário de Brasília como, por exemplo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Isso porque, atualmente, esses estados já estão uma hora atrás de Brasília. O fechamento dos portões, então, acontecem nesses dois estados às 12h do horário local.

Outros portões que também terão os portões fechados no horário local, às 12h, são os estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins.

Já os estados que fecham os portões seguindo o horário de Brasília, às 13h locais, são: Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Em Rondônia e Roraima, os portões fecham no horário local às 11h da manhã. No Amazonas, com exceção de 13 municípios da região sudoeste do estado, os portões também vão ser fechados horário local às 11 horas.

Os 13 municípios do Amazonas e o estado do Acre vão fechar os portões no horário local de 10h da manhã.

O horário oficial da prova do Enem segue o de Brasília. Por isso, os portões se abrem às 12h e o fechamento é às 13h. As provas se iniciam às uma e meia da tarde. A saída é permitida a partir das três e trinta da tarde sem o caderno de provas. Só a partir das seis da tarde será liberada a saída com o caderno de questões. A prova se encerra às sete da noite, no horário de Brasília.


Agência Rádio

Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia

Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
O pagamento do 13º salário vai injetar R$ 211,2 bilhões na economia brasileira até dezembro. O valor representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, beneficiando cerca de 84,5 milhões de trabalhadores do mercado formal, inclusive aposentados, pensionistas e empregados domésticos.

As estimativas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontam um rendimento adicional de R$ 2.320,00, com fonte na relação anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Os trabalhadores do mercado formal representam 48,7 milhões, ou 57,6% do total beneficiados pelo pagamento do 13º salário. Os empregados domésticos são 1,8 milhão, ou 2,2% do total. Os aposentados e pensionistas representam 34,8 milhões, ou 41,2% do total. Dos R$ 211,2 bilhões pagos, os empregados do mercado formal ficarão com 66%, ou R$ 139,4 bilhões. Os aposentados e pensionistas receberão R$ 71,8 bilhões, ou 34%.

Regiões
Os estados da região Sudeste ficarão com 49,1% do pagamento do 13º salário, seguido pelos estados do sul com 16,6%, Nordeste com 16%, Centro-oeste com 8,9% e Norte com 4,7%. O beneficiário com o maior valor médio (R$ 4.278,00) será pago no Distrito Federal e o menor no Maranhão (R$ 1.560,00) e Piauí (R$ 1.585,00).

A maior parcela que será paga aos assalariados do setor de serviços (incluindo administração pública), que receberão R$ 137,1 bilhões, ou 64,1% do total destinado ao mercado formal. Os empregados da indústria receberão 17,4%, os comerciários 13,3%, enquanto que os da construção civil ficarão com 3,1% e da agropecuária com 2,1%. O valor médio do 13º salário do setor formal ficará em R$ 2.927,21, sendo que a maior média será paga aos trabalhadores do setor de serviços com valor de R$ 3.338,81 e o menor para os trabalhadores do setor primário da economia, com R$ 1.794,86.

A economia paulista receberá cerca de R$ 60,7 bilhões, ou 28,8% do total do Brasil. Os beneficiados são estimados em 21,6 milhões, equivalente a 25,6% do total.





Agencia Brasil



Pais de ex-aluno terão que pagar indenização de R$ 13 mil a colégio por ameças

Pais de ex-aluno terão que pagar indenização de R$ 13 mil a colégio por ameças
A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve decisão do Juízo da 12ª Vara Cível da Comarca da Capital que condenou os pais de um ex-aluno do Colégio Motiva a pagar uma indenização no valor de R$ 13 mil, por danos morais à instituição de ensino. O relator da Apelação Civil nº 0020860-64.2008.815.2001 foi o desembargador José Ricardo Porto, que negou provimento ao recurso e foi acompanhado por unanimidade pelos membros do Órgão Fracionário.

De acordo o relatório, o Colégio Motiva ajuizou uma Ação de Indenização por Danos Morais contra os pais de um ex-aluno, à época com 17 anos de idade, por este ter realizado uma série de ameaças, pela internet, contra a escola. O caso aconteceu no dia 19 de setembro de 2007 e, segundo a escola, ganhou repercussão estadual e nacional, atingindo, negativamente, a imagem da instituição perante a sociedade.

Ainda segundo os autos, as ameaças, intituladas pelo menor como ‘Carta à Direção e Alunos do Colégio Motiva’, foram postadas na internet com mais oito fotos dele encapuzado e, numa delas, portando uma arma de fogo, aterrorizando e intimidando alunos e funcionários. Devido a isso, o colégio alegou que teve que contratar seguranças privados e que houve diminuição no número de matriculados no ano seguinte ao fato (2008), além do prejuízo extrapatrimonial, haja vista o abalo negativo perante a opinião pública. A ação foi julgada procedente no 1º Grau.

Inconformados, os genitores do ex-aluno apelaram da decisão, alegando duas preliminares. A primeira de nulidade, sob o fundamento de ausência de intimação para a intervenção obrigatória do Ministério Público estadual na ação, tendo em vista a existência de interesse de incapaz. A segunda de ilegitimidade, sob o argumento de que o casal não deveria figurar no polo passivo, uma vez que, na data do ajuizamento da ação, o seu filho já havia atingido a maioridade civil.

No mérito, os apelantes afirmaram que foram eles que sofreram dano moral, pois o filho teria sido vítima de bullying na escola promovente, tornando-se um jovem angustiado, confuso e desesperado, o que culminou com o evento de ameaça relatado na inicial, razões pelas quais, a sentença merecia ser reformada e a escola condenada a pagar indenização por danos morais aos recorrentes.

Ao analisar a preliminar de nulidade da sentença, diante da ausência de intimação do MP, o desembargador José Ricardo Porto registrou que na fase instrutória, o juízo da causa abriu vistas ao Ministério Público que emitiu parecer no sentido de que as partes envolvidas são maiores de idade, ou seja, capazes e presentes, não havendo interesse público evidenciado pela natureza da lide ou qualidade da parte. “Portanto, o Órgão Ministerial não possui atribuição para atuar nesta ação judicial”, enfatizou o relator.

Quanto à ilegitimidade passiva, o relator disse que nos termos do artigo 932, I, do Código Civil, os genitores de filhos menores são responsáveis pela reparação civil por atos por eles praticados, ou seja, a idade do menor a ser levada em consideração é a data da ocorrência do fato, e não a do ajuizamento da ação. Com esse fundamento, a preliminar  foi rejeitada.

Mérito – Com relação à tese suscitada pelo casal de que o filho foi vítima de bullying, sendo ele a vítima do Colégio Motiva, e não o agente causador do dano, o desembargador observou não existir, nos autos, prova de que o ex-aluno tenha sofrido bullying dentro da instituição de ensino. “Ao contrário, existe, no processo, mídia colacionada, tratando-se de um vídeo produzido pelo próprio ex-aluno, no qual ele afirma que não sofreu os ditos infortúnios na escola promovente, mas, sim, no passado, em outro colégio privado”, ressaltou o relator.

O desembargador observou, ainda, que, no vídeo, o filho dos apelantes afirma que, chegando ao Motiva, iniciou o uso de medicamentos controlados (tarja preta), que comprou clandestinamente pela internet, sem nenhum acompanhamento, e sempre os tomava quando se sentia inseguro e depressivo. “Trilhadas estas premissas, a manutenção da sentença é medida que se impõe”, concluiu Ricardo Porto.


Em Cajazeiras/PB:Homem suspeito de atuar como matador de aluguel é preso

Um homem de 25 anos foi preso após ser suspeito de atuar como matador de aluguel na cidade de Cajazeiras. A prisão aconteceu nesta quinta-feira (18), durante uma ação integrada das polícias da Paraíba e  do Ceará.

Após fugir de um cerco policial, o suspeito foi encontrado dentro de uma caixa d'água de uma residência e junto a ele foi encontrado um revólver calibre 38 e sete munições. 

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça do Ceará, onde o homem natural de Patos da Paraíba, teria praticado vários roubos e responde por três processos por homicídios. 

O homem foi encaminhado para Delegacia para as providências cabíveis.


Redação

Em Campina Grande/PB:Dupla rouba mercadorias de lojas de shopping popular

Dois homens assaltaram na madrugada desta sexta-feira (19), um shopping popular, localizado em Campina Grande. A dupla rendeu o vigilante, roubaram mercadorias das lojas e quebraram alguns objetos durante a ação.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos conseguiram entrar pelo telhado. Após a ação os criminosos fugiram em um veículo não identificado.

A administração do estabelecimento informou que pelo menos quatro lojas foram assaltadas, e os principais alvos foram os pontos que vendem celulares.

Ainda conforme informação da administração, a ação teria começado em uma sala em que são guardados os equipamentos de vigilância do local, onde os suspeitos teriam quebrado alguns aparelhos. O prejuízo ainda não foi calculado.



Redação

Família de adolescente abusada pelo padrasto escolhe interromper gravidez

A família da adolescente de 12 anos, grávida após abuso sexual sofrido possivelmente pelo padrasto, optou por interromper a gravidez da menina. 

A menina passou por exames nesta quinta-feira (18), na Maternidade Cândida Vargas, em Jaguaribe. 

O aborto pode ser realizado quando é fruto de abuso sexual e se a gravidez estiver abaixo de sete semanas. 

A menina sofria os abusos a cerca de dois anos e não revelou a ninguém, pois era ameaçada pelo padrasto e tinha medo de morrer. 



Redação

Presidente do PSL nega caixa 2 e afirma que Bolsonaro não irá aos debates

O presidente do PSL, Gustavo Bebiano, negou hoje (18) que a campanha do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, tenha feito uso de caixa 2. Ele se referiu às denúncias veiculadas na imprensa sobre a existência de um grupo de empresários apoiadores de Bolsonaro que financiaria o envio em massa de mensagens falsas via WhatsApp.

"Nem o PSL, nem a campanha e muito menos o candidato Jair Bolsonaro se prestam a esse tipo de papel. Toda e qualquer doação feita até hoje foram de recursos doados por meio da nossa plataforma, conforme a legislação" garantiu. "Vamos ver se conseguem provar. Caixa 2 e doações ilegais, isso está muito longe do PSL", disse.

Pouco antes da entrevista coletiva de Bebiano, Bolsonaro respondeu de forma indireta às acusações na sua conta do Twitter. “O PT não está sendo prejudicado por fake news, mas pela verdade. Roubram o dinheiro da população, foram presos, afrontaram a Justiça, desrespeitaram as famílias e mergulharam o país na violência e no caos. Os brasileiros sentiram tudo isso na pele.”, postou o candidato. 
Gastos

De acordo com Bebiano, foram gastos pela campanha de Jair Bolsonaro, no primeiro turno pouco, mais de R$ 600 mil. Ele estima que ao final do segundo turno, terá sido aplicado aproximadamente o dobro deste valor. "Uma campanha muito modesta, muito simples", classificou.

Para o presidente do PSL, a denúncia é uma "piada". Pela manhã, o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, afirmou que pediria providências à Polícia Federal e à Justiça Eleitoral para investigar o caso. "É risível os argumentos do senhor Haddad. É um sinal claro de desespero porque vai perder as eleições."

O presidente do PSL afirmou que denunciação caluniosa é crime. Segundo ele, Haddad será processado e precisará responder pelas suas alegações. Bebiano também rebateu que a campanha de Bolsonaro tenha feito qualquer tipo de impulsionamento de mensagens nas redes sociais. "Já tentaram tirar ele do jogo via facada e não conseguiram."

Debates

Bebiano também afirmou que Bolsonaro não irá participar de debates. Ele disse que a colostomia pode causar desconforto ao candidato e destacou que não há obrigação de comparecer. "Não vai se submeter a uma situação de alto estresse sem nenhum motivo, porque quem discute com poste é bêbado.”

O médico Antônio Luiz Macêdo disse que o candidato tem condições de participar de debates desde que durem, no máximo, 30 minutos, e ele fique confortável, de preferência em uma poltrona.




Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 59%; Haddad, 41%

O Datafolha divulgou nesta quinta-feira (18) o resultado da mais recente pesquisa do instituto sobre o 2º turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado nesta e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

    Jair Bolsonaro (PSL): 59%
    Fernando Haddad (PT): 41%

No levantamento anterior, Bolsonaro tinha 58% e Haddad, 42%.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Votos totais

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

    Jair Bolsonaro (PSL): 50%
    Fernando Haddad (PT): 35%
    Em branco/nulo/nenhum: 10%
    Não sabe: 5%

Rejeição

O Datafolha também levantou a rejeição dos candidatos. O instituto perguntou: “E entre estes candidatos a presidente, gostaria que você me dissesse se votaria com certeza, talvez votasse ou não votaria de jeito nenhum em”

Os resultados foram:

Jair Bolsonaro

    Votaria com certeza – 48%
    Talvez votasse – 10%
    Não votaria de jeito nenhum – 41%
    Não sabe – 1%

Fernando Haddad

    Votaria com certeza – 33%
    Talvez votasse – 12%
    Não votaria de jeito nenhum – 54%
    Não sabe – 1%

Decisão do voto

Jair Bolsonaro

    Está totalmente decidido a votar em... - 95%
    Seu voto ainda pode mudar - 5%
    Não sabe - 0%

Fernando Haddad

    Está totalmente decidido a votar em... - 89%
    Seu voto ainda pode mudar - 10%
    Não sabe - 0%

Branco/nulo/nenhum

    Está totalmente decidido a votar em... - 74%
    Seu voto ainda pode mudar - 25%
    Não sabe - 1%

Conhecimento do número do candidato

O Datafolha também perguntou: “Qual número você vai digitar na urna eletrônica para confirmar/ anular seu voto para presidente?”.

As respostas foram:

Jair Bolsonaro (PSL)

    Menções corretas – 94%
    Não sabe o número do candidato – 5%
    Menções incorretas – 1%

Fernando Haddad (PT)

    Menções corretas – 91%
    Não sabe o número do candidato – 8%
    Menções incorretas – 2%

Sobre a pesquisa

    Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
    Entrevistados: 9.137 eleitores em 341 municípios
    Quando a pesquisa foi feita: 17 e 18 de outubro
    Registro no TSE: BR-07528/2018
    Nível de confiança: 95%
    Contratantes da pesquisa: TV Globo e "Folha de S.Paulo"

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.





G1

Vitor Hugo não aceita indicação do nome de Sales Dantas para vice

As movimentações na Cidade Portuária para a eleição complementar estão intensas e a escolha de nomes para a disputa já anda gerando veto. O prefeito Vitor Hugo (PRB) já avisou que não aceita a indicação do nome de Sales Dantas, presidente do PSB de Cabedelo, para compor como seu vice.

“O único vice que não aceitaria ao meu lado é Sales Dantas.  Além de não ter voto e não ser de Cabedelo, Sales não soma, ele só divide. Aceitaria qualquer um, menos Sales”, disparou Vitor. Apesar do empenho na campanha de João Azevedo (PSB) na cidade, Vitor Hugo sempre foi excluído das articulações pelo comando do PSB de Cabedelo.

Vitor Hugo não revelou nomes, mas adiantou que tem conversado bastante com o PDT na cidade. O prefeito ponderou que o posicionamento indefinido de Sales põe em desconstrução os 18 mil votos que o PSB recebeu na eleição de Azevedo.


Blog do RC /politicaetc

“Não cometi nenhum crime”, diz Cássio após ser citado em conversas na Operação Xeque-Mate

Após ser citado em conversas com o filho do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), Fernando Catão, Bruno Catão, o senador Cássio Cunha Lima nega ter envolvimento com as alegações.

“Não cometi nenhum crime. Espero uma investigação rápida e isenta para que tudo fique devidamente esclarecido”, declarou à produção de conteúdo da Rede Tambaú de Comunicação (RTC).

A divulgação das conversas decorre das investigações da Operação Xeque-Mate, deflagrada pela Polícia Federal (PF) e pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público estadual. A ação investiga uma suposta organização criminosa que atuava na administração pública da cidade de Cabedelo, grande João Pessoa.

Diálogos do senador e Bruno Catão foram divulgadas. O suposto envolvimento de Catão no esquema teria resultado na proibição da construção do Shopping Pátio Intermares. Conforme apuração, o conselheiro teria agido, por intermédio das funções, em favor dos interesses empresariais do empresário Roberto Santiago.

Procurada, a defesa do empresário Roberto Santiago disse que encara a acusação com naturalidade e tranquilidade porque tem plena consciência que não constitui crime e que vai provar a inocência do empresário em qualquer instância.



T5.

Em Sapé/PB:Homem é preso após estuprar rapaz de 15 anos

Um homem identificado como Pedro Cândido da Silva, 48 anos, foi preso em Sapé, na noite dessa segunda-feira (15) após tentar abusar sexualmente de um adolescente de 15 anos. De acordo com a polícia, o homem convidou o adolescente para ir até a casa dele para retirar entulhos ao redor da residência.

Chegando ao local, o suspeito mostrou revistas pornográficas, ofereceu dinheiro para fazer sexo com a vítima e acariciou suas parte íntimas. O adolescente se negou a participar e fugiu.

A mãe do adolescente procurou a polícia e denunciou o crime. Com o suspeito foram encontradas revistas pornográficas, dinheiro e uma faca. Pedro Cândido foi preso e será encaminhado para o Presídio de Sapé. O Conselho Tutelar foi acionado e o adolescente passou por exame de corpo e delito.

Portal Paraíba

Pesquisa aponta que Bolsonaro já tem 60,9% das intenções de voto; Haddad tem 39,1%

Segundo pesquisa Crusoé/Paraná, divulgada nesta quarta-feira, Jair Bolsonaro (PSL) tem 60,9% dos votos válidos, contra 39,1% de Fernando Haddad (PT). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Ainda de acordo com o levantamento, 9,4% dos eleitores dizem não votar em nenhum dos dois, enquanto 3,8% afirmam estar indecisos.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas entre 14 e 17 de outubro com 2.080 entrevistas em 162 municípios.

O nível de confiança é de 95%.

O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-04446/2018.


 Istoé

PSOL cobra a vereadores continuidade do impeachment de Leto mesmo após renúncia

O pré-candidato a prefeito de Cabedelo, Marcos Antônio da Silva, o Marcos Patrício, que preside o PSOL em Cabedelo, protocolou nesta quarta-feira (17), na Câmara Municipal de Cabedelo, um requerimento à Comissão Processante do Impeachment de Leto Viana, para que a denúncia seja devidamente julgada pelos vereadores. Marcos anunciou hoje a sua postulação, após o anúncio da renúncia de Leto. 

Segundo Marcos Patrício, a renúncia de Leto Viana não inviabiliza o julgamento do mérito, já que o processo de impeachment poderá resultar na cassação de mandato eletivo e a inabilitação por até oito anos, como punição ao agente político por seus atos, impedindo-o de voltar a praticar ilicitudes no âmbito da
administração pública. 

Veja Petição

"A renúncia ao mandato, de forma irrevogável e irretratável, protocolada pelo ex-Prefeito Leto Viana, não faz cessar o processo de impeachment nem tampouco o mesmo perdeu o seu objeto, devendo o mesmo ter continuidade plena até sua etapa final, que é o julgamento do Parecer dessa Comissão Processante por parte do Plenário da Câmara, cujo prazo fatal se dará na data de amanhã, dia 18/10/2018", defende Patrício. 

De acordo com a petição, o julgamento procedente de processo de impeachment de prefeitos municipais tem duas consequências jurídicas: a perda do mandato político e a suspensão dos direitos políticos, com correspondente decretação de inelegibilidade, nos termos da Lei Complementar nº 64/1990, alterada pela Lei Complementa nº
135/2010 “a Lei da Ficha Limpa”.


Portanto, "a cassação do mandato de prefeito retira o direito político de exercício de mandato pelo qual foi eleito e limita através da inelegibilidade, o pleno gozo
dos direitos políticos passivos, qual seja a inelegibilidade futura", argumenta, afirmando que a renúncia de Leto é uma tentativa de fraude à lei, já que o processo encontra-se na fase final, que é a fase de julgamento. Segundo Marcos Patrício destaca, estava previsto para esta quinta-feira (18) o prazo fatal para julgamento do Parecer da Comissão Processante por parte do Plenário da Câmara. 






Redação




Defesa de Temer pede ao STF anulação de indiciamento promovido pela PF

A defesa do presidente Michel Temer pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso a anulação do indiciamento promovido ontem (16) pela Polícia Federal (PF) no inquérito que apura o suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A na edição do chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017), assinado em maio do ano passado pelo presidente.

Em manifestação enviada a Barroso, que é o relator do caso no STF, os advogados do presidente alegam que, devido ao foro por prerrogativa de função garantido ao presidente da República, a PF não tem competência para indiciar Temer.

Para os advogados, o indiciamento é ilegal e provoca repercussão na honorabilidade de Temer e “reflexos na estabilidade da nação".

"Chamou a atenção da defesa, a decisão da autoridade policial de proceder diretamente o indiciamento do requerente, sem qualquer autorização de Vossa Excelência [Barroso], ou mesmo pedido neste sentido por parte da Procuradoria-Geral da República (PGR), usurpando a competência exclusiva desta Suprema Corte", argumentou a defesa.

Na mesma petição, o advogado afirmou que Temer não praticou os fatos que lhe foram atribuídos no relatório final da investigação, enviado ontem pela PF ao ministro Barroso.

“A referida peça conta com mais de 800 laudas, de forma que a defesa não teve tempo de analisar o seu inteiro teor. Ainda assim, reafirma neste momento que o senhor presidente da República não praticou qualquer dos delitos que lhe foram atribuídos e que, seguramente, não há elementos suficientes para justificar a conclusão lá exposta.", concluíram os advogados.

Além de Temer, mais dez pessoas foram indiciadas no inquérito. Os crimes citados são de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 Após receber o documento, Barroso pediu parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR), que terá 15 dias para se manifestar sobre eventual denúncia contra os acusados e os pedidos de bloqueio de bens e de prisão de quatro dos 11 indiciados.


Agência Brasil

Ibope: Bolsonaro lidera entre mulheres, negros e em quatro regiões

Os resultados da pesquisa de intenção de votos divulgada nessa segunda-feira (15) pelo Ibope Inteligência – que aponta vantagem do candidato Jair Bolsonaro (PSL) sobre Fernando Haddad (PT) na disputa presidencial de 2º turno, com placar de 59% a 41% dos votos válidos (excluindo nulos, brancos e indeciso) – se assemelham aos resultados das eleições presidenciais de 2002 e 2006.

A lembrança é da diretora-executiva do Ibope, Marcia Cavallari. Segundo ela, “os resultados são mais parecidos” com as eleições vencidas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do que com os pleitos ganhos pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Em suas duas vitórias, Lula obteve em torno de 61% dos votos válidos. Na campanha de 2010, Dilma atingiu 56%. Em 2014, o percentual caiu para 51,6%.

Conforme Cavallari, os dados da última pesquisa eleitoral “mostram homogeneidade” em favor de Jair Bolsonaro. O candidato do PSL vence entre homens (58% das intenções de voto na pergunta estimulada, diante de 33% de Haddad), entre mulheres (46% contra 40%), e em todas as faixas etárias. Há preferência também entre brancos (60% contra 29%), pretos e pardos (47% contra 41%) e pessoas de outras raças ou cores (52% a 39%).

Bolsonaro também é preferido entre evangélicos (66% contra 24%), e tem mais intenção de votos entre católicos (48% contra 42%) e pessoas de outras religiões (44% contra 40%). Os dados são nominais – diferente da totalização de votos válidos que não contabilizam declarações de voto branco, nulo e de entrevistados indecisos.

Fernando Haddad vence apenas em três estratos, conforme levantado pelo Ibope. O candidato do PT é o favorito na Região Nordeste (57% contra 33%); entre os eleitores com até a 4ª série do ensino fundamental (52% contra 41%); e pessoas com até um salário mínimo de renda familiar (53% contra 38%). Jair Bolsonaro lidera nas demais regiões, faixas de escolaridade e níveis de renda.

Contornando ruídos com os mais pobres
A pesquisa indica que os entrevistados avaliam que Fernando Haddad “melhor representa os interesses” de pobres, trabalhadores, aposentados e mulheres. A avaliação é de que Jair Bolsonaro “melhor representa os interesses” de ricos, empresários e bancos.

Para o cientista político Malco Camargos, professor da PUC Minas, a campanha de Jair Bolsonaro percebeu esses sentimentos. Evidência disso é o anúncio de que, se eleit,o o candidato do PSL pretende adotar o “pagamento do 13º” no Programa Bolsa Família – o que também ajuda a desfazer ruído provocado após o posicionamento do general Hamilton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa pelo PRTB, contra a forma atual de pagamento do benefício aos trabalhadores com carteira assinada.

O cientista político diz que os dados sobre o candidato do PT indicam que “há percepção entre aqueles que mais demandam políticas públicas de que a vida melhorou no período dos governos petistas”. Conforme o acadêmico, os mais pobres podem temer que essas iniciativas acabem.

Reforço no discurso

Camargos assinala ainda que a consolidação de Bolsonaro ocorreu “sem o candidato se voltar para o centro político, mas reforçando discurso”. A estratégia de Bolsonaro envolve o apelo à segurança pública, assinalando preocupação com as mulheres, e manter fortes posicionamentos contra a chamada ideologia de gênero, a descriminalização de aborto e a do consumo de drogas.

Conforme o Ibope, a distância de 18 pontos percentuais das intenções de voto entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad equivale a 19,3 milhões de votos válidos. Para o cientista político, a vantagem “não quer dizer que a eleição está resolvida”. Por isso, o candidato deve evitar até o dia da eleição “exposição ao risco”.

Os dados detalhados da pesquisa do Ibope estão disponíveis no site do instituto. O levantamento ouviu 2.506 eleitores. A margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, só vale para as questões que têm esse número de respondentes. O nível de confiança estatística é de 95%.

A pesquisa, feita no sábado e domingo (13 e 14 de outubro), foi contratada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo. O levantamento foi registrado na semana passada na Justiça Eleitoral (BR-01112/2018). No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estão disponíveis o questionário do levantamento e os locais onde a pesquisa foi aplicada.


 Agência Brasil

Pesquisas Ibope Para Presidente Nos Estados: Veja A Intenção De Voto No 2º Turno

Resultado de imagem para bolsonaro e haddad triste
Pesquisas Ibope realizadas em seis unidades federativas onde ocorrerá o segundo turno para governador também perguntaram sobre a disputa para presidente da República.

Jair Bolsonaro lidera em quatro estados e no Distrito Federal. No DF, ele alcança 70% dos votos válidos. Haddad aparece em primeiro, com 57% das intenções de voto, no Rio Grande do Norte.


Distrito Federal
Pesquisa Ibope - 2º turno - Distrito Federal - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Distrito Federal - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Distrito Federal - votos válidos no estado — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Distrito Federal - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Distrito Federal - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Distrito Federal - votos totais no estado — Foto: Arte/G1
Minas Gerais
Pesquisa Ibope - 2º turno - Minas Gerais - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Minas Gerais - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Minas Gerais - votos válidos no estado — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Minas Gerais - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Minas Gerais - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Minas Gerais - votos totais no estado — Foto: Arte/G1
Rio de Janeiro
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio de Janeiro - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio de Janeiro - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio de Janeiro - votos válidos no estado — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio de Janeiro - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio de Janeiro - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio de Janeiro - votos totais no estado — Foto: Arte/G1
Rio Grande do Norte
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Norte - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Norte - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Norte - votos válidos no estado — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Norte - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Norte - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Norte - votos totais no estado — Foto: Arte/G1
Rio Grande do Sul
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Sul - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Sul - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Sul - votos válidos no estado — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Sul - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Sul - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - Rio Grande do Sul - votos totais no estado — Foto: Arte/G1
São Paulo
Pesquisa Ibope - 2º turno - São Paulo - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - São Paulo - votos válidos no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - São Paulo - votos válidos no estado — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - São Paulo - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1Pesquisa Ibope - 2º turno - São Paulo - votos totais no estado  — Foto: Arte/G1
Pesquisa Ibope - 2º turno - São Paulo - votos totais no estado — Foto: Arte/G1

Sobre as Pesquisas:
Todas as pesquisas têm margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Confira as informações sobre cada pesquisa:

Distrito Federal: realizada entre 14 e 16 de outubro. Foram entrevistados 1204 eleitores. Contratada por Globo Comunicação e Participações S/A. Registro no TRE protocolo nº DF-05023/2018 e no TSE protocolo nº BR‐04848/2018.

Minas Gerais: realizada entre 15 e 17 de outubro. Foram entrevistados 1512 eleitores. Contratada por Globo Comunicação e Participações S/A. Registro no TRE protocolo nº MG-00033/2018 e no TSE protocolo nº BR‐09362/2018.

Rio de Janeiro: realizada entre 15 e 17 de outubro. Foram entrevistados 1512 eleitores. Contratada por Globo Comunicação e Participações S/A. Registro no TRE protocolo nº RJ-04021/2018 e no TSE protocolo nº BR‐01312/2018.

Rio Grande do Norte: realizada entre 14 e 16 de outubro. Foram entrevistados 812 eleitores. Contratada por Televisão Costa Branca Ltda. Registro no TRE protocolo nº RN-07695/2018 e no TSE protocolo nº BR‐08202/2018.

Rio Grande do Sul: realizada entre 14 e 16 de outubro. Foram entrevistados 1008 eleitores. Contratada por RBS Participações S/A. Registro no TRE protocolo nº RS-01741/2018 e no TSE protocolo nº BR‐08755/2018.

São Paulo: realizada entre 15 e 17 de outubro. Foram entrevistados 1512 eleitores. Contratada por Globo Comunicação e Participações S/A. Registro no TRE protocolo nº SP-07777/2018 e no TSE protocolo nº BR‐07265/2018.


G1