Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

STF pode rever proibição das vaquejadas mediante embargo declaratório

Os defensores das vaquejadas, que ocuparam hoje a Esplanada dos Ministérios, têm chance de reverter a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu o uso de animais nestas manifestações culturais.
Apesar da decisão já tomada pela Suprema Corte, existe a possibilidade de um recurso de embargo declaratório, onde na prática, poderia ocorrer um novo julgamento. A decisão de proibição foi de 6 a 5 e basta que um dos ministros do STF que votou a favor da proibição mude seu voto.
Vaqueiros e animais de todo o Brasil se concentraram na esplanada dos Ministérios a favor da prática da vaquejada, proibida pelo STF. Foto Sivanildo Fernandes/ObritoNewsO ministro do STF Edson Fachin, que votou contra a proibição das vaquejadas, tem manifestado preocupação com um certo ativismo do tribunal intervindo em questões da cultura regional, sem o amparo da constituição.
O STF só deveria fazer intervenções no que está previsto na Constituição. Fachin tem dito que caberia ao Poder Legislativo, com emenda à Constituição ou projeto de lei, definir se casos como as vaquejadas podem ou não ser proibidas.

Vaqueiros e animais de todo o Brasil se concentraram na esplanada dos Ministérios a favor da prática da vaquejada, proibida pelo STF. Foto Sivanildo Fernandes/ObritoNews

Blog do Rembrandt Carvalho com os divergentes












OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM