Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Tribunal do Júri condena a 54 anos de prisão envolvido na morte de casal em CG

Após condenar dois acusados em caso de execução de casal padrinho de casamento, em Campina Grande, o Tribunal do Júri do Fórum Afonso Campos condenou, nesta quinta-feira (20), a 54 anos e seis meses de prisão, em regime fechado, mais um envolvido no crime.

Segundo a acusação, o condenado seria agiota e teria sido o intermediário entre o mandante do duplo homicídio e os demais envolvidos, pois ele teria ficado responsável por contratar os executores e passar todas as coordenadas.

“Ele foi condenado por dois homicídios e por duas tentativas”, disse o advogado Roberto Jordão de Oliveira, que atuou no julgamento como assistente de acusação. O jurista explicou que antes da concretização do crime houve uma tentativa frustrada e, na ocorrência em questão, um homem chegou a ser baleado.











Portal Correio

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM