Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Novo prefeito eleito quer colocar Piancó na rota do turismo paraibano

Resultado de imagem para piancó pb
O prefeito eleito da cidade de Piancó, Daniel Galdino (PSD), no sertão paraibano, quer que a cidade seja reconhecida, nacionalmente, por ter sido palco de um evento militar relevante para a história do Brasil., além de outros fatos. Essa proposta foi colocada durante a campanha eleitoral e a população espera ver colocada em prática.
OBlogdePianco fez uma pesquisa sobre a Rota do Turismo paraibano e percebeu que Piancó já devia está há bastante tempo inserido no Calendário Turístico do Estado. Faltou interesse da gestão atual e agora espera-se que o novo gestor, que tomará posse em janeiro de 2017, priorize esse setor trazendo para a cidade mais recursos através do turismo.


Na segunda década do século XX, mais precisamente no dia 9 de fevereiro de 1926, um grupo de moradores da cidade se envolveu num embate com os integrantes da Coluna Prestes. O evento é relatado em livros de história e em romances. Mas, a Piancó do século XXI oferece aos turisticas um roteiro repleto de monumentos, histórias, praças, igrejas, belezas naturais e uma gastronomia regional.


Partindo da capital João Pessoa (distante 387 km) de carro, inicia-se a viagem pela BR-230. O trajeto inclui passagens rápidas por duas grandes cidades do interior paraibano: Campina Grande e Patos. O percurso leva em média um pouco mais de 5 horas, mas vale a pena. Logo na chegada, vê-se a imponência da igreja matriz de Santo Antônio, localizada no centro da cidade. É por ela que tem início o roteiro de visitas aos principais atrativos turísticos de Piancó.

Acatando sugestão dos guias turísticos locais, outra visita obrigatória é a Praça Aristides Ferreira da Cruz, construída em homenagem ao líder dos moradores que enfrentou os soldados da Coluna Prestes. O espaço público fica exatamente por onde os soldados da coluna adentraram à cidade. Nos arredores é possível conhecer o antigo casarão onde viveu o padre e sua família, e atualmente transformado numa escola de ensino médio.

Monumento 
O embate entre moradores da cidade e os soldados da Coluna resultou na morte de 11 pessoas. No local onde ocorreu a tragédia, a prefeitura ergueu o ‘Monumento aos Mártires de Piancó’. A construção data de 1985 e pode se visitado gratuitamente. Outro monumento que merece destaque e que faz parte da história da cidade é o dos ‘Cossaco’. É uma estátua de pouco mais de dois metros de altura, onde se distingue as figuras de um trabalhador rural e seu filho. A pequena praça é uma homenagem aos homens e mulheres que ajudaram a construir a cidade e fomentar o desenvolvimento econômico da região.

A lenda da Casa da Pedra 
Outra atração local é a ‘Casa da Pedra’. Diz a lenda que por volta do ano de 1720, a Ordem dos Jesuítas mantinha na cidade vários padres. No local existe uma antiga construção e uma vegetação típica do Nordeste: a caatinga. Guias de Turismo locais contam que para convocar a população para as missas matinais, um padre subia até um pequeno relevo onde podem ser encontradas pedras ocas. Numa dessas pedras, o religioso batia um martelo que produzia um som metálico parecido com um sino.

Além dos monumentos e histórias, Piancó tem suas belezas naturais em pleno sertão paraibano. A cidade é cortada pelo rio que leva o mesmo nome. No período do inverno, as águas do Piancó possibilitam à natureza esverdear as margens e o leito do rio, criando uma belíssima paisagem. 
Mirante de Santo Antonio 
O convênio foi assinado em 2006, no valor de R$ 975.000,00 (novecentos e setenta e cinco mil reais), e poderia ter sido extinto com a devolução dos recursos ao Ministério do Turismo, no final de dezembro/2012. Iniciada a obra, a mesma não teve seu projeto inicial concluído, ficando agora para o atual prefeito concretizar esse projeto e colocá-lo dentro da programação turísca local. O Mirante de Santo Antônio está localizada no Sítio Jatobá, na margem esquerda da BR 361, entrada do município de Piancó, no sentido Patos, sobre o Serrote do Cruzeiro, que possui uma altura de aproximadamente 166,00 (cento e sessenta e seis) metros.

Festas profanas e religiosas 

Durante todo a prefeitura promove eventos religiosos e profanos para atrair turistas e implementar o comércio da região. Em fevereiro é realizado o tradicional ‘Carnaval de Piancó’. Os festejos ocorrem desde os anos 30 do século passado e têm a participação de dois blocos: A Cobrinha e Só Falta Você. Durante os quatro dias de festa carnavalesca, a prefeitura contrata orquestras de Frevo e grupos musicais. No meio do ano, outra festa popular é a ‘Festa de Santo Antonio’, que acontece sempre no mês de junho, no pátio da igreja Matriz.

No final do ano, mais precisamente entre novembro e dezembro, é realizado do ‘Auto de Natal’. O evento acontece desde 2013 e reúne profissionais do teatro, música, dança e cenografia. Durante o período as principais ruas da cidade são ornamentadas com motivos natalinos e tem a participação de estudantes da rede municipal de ensino.

Gastronomia 
Arroz de leite com carne de sol; arroz da Terra (vermelho). Este tipo de arroz foi trazido ao Brasil nos idos de 1535. A Paraíba é o maior produtor de arroz vermelho no país, sendo cultivado na cidade de Santana dos Garrotes, que fica localizada no Vale do Piancó. A exemplo de outras cidades sertanejas, a carne de bode é muito apreciada na região, sendo preparada de várias maneiras. 



Fonte:Blog do RC/ OBlogdePiancó/ Secom Paraíba/Turismo em Foco

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM