Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Revoltados e indignados servidores da prefeitura de Santa Rita voltaram a protestar e reivindicar por salários atrasados que completam 90 dias

Revoltados e indignados servidores da prefeitura de Santa Rita voltaram a protestar e reivindicar nesta quarta-feira (9) por salários atrasados que completam 90 dias que se estende a todos os setores da gestão do prefeito Netinho, em Santa Rita, sem nenhuma resposta por parte do prefeito, os servidores resolvem invadir e acampar na secretaria de administração reivindicando seus salários e que prometem só sair da parte interna da prefeitura com salários em dia, como previsto e liberado pelos auditores do TCE e Promotoria do Cidadão.
Mais uma vez o protesto reuniu todos às categorias da prefeitura, entre eles, os aposentados e pensionistas que receberam 50% de seus salários referentes ao mês de julho,e que não tem mais programação de quando irão receber os meses de agosto, setembro e outubro de 2016, que se estende a todos os setores da administração, e o prefeito não dá uma explicação aos servidores e nem na imprensa, o que ele tem feito com os recursos que são repassados através das transferências entre os dias 10, 20 e 30 de cada mês afora o ICMS, que totalizam mês ente R$ 13 e 14 Milhões e o prefeito não paga a ninguém.
O que revoltou ainda mais os servidores da prefeitura foi uma informação que chegou aos trabalhadores da prefeitura de Santa Rita, que foi a folha de pagamento atualmente chega a R$ 10 milhões que  segundo um assessor do prefeito eleito que está realizando a transição de governo que não quis revelar a identidade falou e que o prefeito Netinho tem alegado que a folha da prefeitura estaria em torno de R$ 6 milhões (Gravado em áudio), e que após a eleição ele o prefeito exonerou todos os servidores e alega que os recursos vêm com os repasses zerados.
O Prefeito de Santa Rita Netinho, recentemente foi denunciado no Ministério Público Federal pelos super salários na folha de pagamento da prefeitura e que dentro dos próximos dias os servidores terão a folha de pagamento detalhada e não a analítica, que vão terão a oportunidade de saber para onde está indo o dinheiro dos servidores que completam 90 dias de atraso e que para liberar uma parcela ou um mês os servidores tem que ir pra rua protestar e reivindicar pelos seus salários trabalhados que na cidade não existe nenhuma obra que justificasse a esse caos e que até hoje não tem a quem recorrer.
Lamartine do Vale

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM