Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Anvisa proíbe venda de 279 suplementos alimentares em todo o Brasil; veja lista

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda e determinou o recolhimento de 279 suplementos alimentares produzidos pela empresa Nutrigold do Brasil por falta de comprovação do registro de suplementos em cápsulas e comprimidos, classificados como novos alimentos.

A decisão foi publicada na resolução número 3.194 do Diário Oficial da União (DOU) dessa quarta-feira (30).

Segundo a Anvisa, uma determinação anterior contra a empresa já havia proibido a fabricação, distribuição, venda e divulgação dos produtos, mas a empresa estava descumprindo.

Ainda segundo a Anvisa, a empresa estava comercializando ingredientes como a gaba, tribulus terrestris, garcinia cambodja, mulungu e ginseng, sem registro e como alimentos com a promessa de efeitos específicos para a saúde, já que os registros para este tipo de produtos só são liberados a medicamentos com eficácia e segurança comprovadas.


A assessoria de imprensa da Nutrigold do Brasil enviou uma nota alegando que 70% dos produtos proibidos são liberados para venda pois possuem isenção de registro.

"Cumpre esclarecer que com relação à “proibição” de venda e fabricação dos “mais de 200 produtos”, a empresa está demonstrando pelas vias próprias que mais de 70% dos produtos mencionados pela Anvisa são classificados com isentos de registro conforme determina a RDC 27/2010. Por fim, a empresa Nutrigold do Brasil informa que suas atividades estão sendo desenvolvidas regularmente com o devido licenciamento, certificação e aprovação das autoridades sanitárias", afirmou a empresa.


Veja aqui a lista completa de suplementos proibidos.








Portal Correio 


OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM