Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Filhas contam abuso para a mãe, mas mulher prefere acreditar na versão do padrasto

Em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, padrasto foi preso suspeito de abusar sexualmente das duas enteadas. Segundo a Polícia Civil, as crianças, de 11 e 9 anos, contaram para a mãe que durante a noite o homem entrava no quarto das vítimas para cometer o crime, mas a mulher não acreditou e também não tomou nenhuma atitude para impedir que o abuso se repetisse.

De acordo com informações da delegada Isis Santana Leal, o casal tem uma filha mais nova, que dormia no mesmo quarto que eles. O homem esperava a mulher e a filha dormirem, para ir até o quarto das enteadas. O casal nega as acusações.

As meninas contaram sobre as visitas noturnas do padrasto para uma tia, que foi até o Conselho Tutelar e à polícia para denunciar o caso. O casal foi preso na última terça-feira (29).

Segundo a delegada, as irmãs fizeram exames de corpo de delito que constataram que uma delas teve rompimento do hímen e a outra, o estupro foi confirmado por provas testemunhais e conversa com um psicólogo. As crianças estão sob a guarda da tia que fez a denuncia.

Na delegacia, após a prisão, a mulher presa por omissão, voltou a afirmar que acredita na inocência do marido. Os dois devem ser indiciados por estupro de vulnerável.



OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM