Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Homem que assassinou sogro há 26 anos é executado nos EUA

William Sallie, condenado à morte pelo assassinato em 1990 do sogroO Estado da Geórgia, nos Estados Unidos, executou na terça-feira (7) o preso William Sallie, condenado à morte pelo assassinato em 1990 de seu sogro, John Moore.

Sallie, 50, foi declarado morto às 22h05 (hora local) após receber uma injeção letal na prisão estadual de Jackson, segundo relato do Departamento de Correções da Geórgia.

Em 28 de março de 1990, Sallie, cuja mulher, Robin, tinha pedido o divórcio um ano antes, apareceu na casa de seus sogros com uma roupa camuflada e portando uma pistola.

A primeira coisa que fez foi matar John Moore, 41, com seis tiros, e depois balear sua sogra, Linda Moore, algemando-a. Também algemou o irmão de sua mulher, Justin, que tinha apenas 9 anos.

Em seguida, sequestrou a mulher e a irmã dela, April, levou as duas para uma casa que tinha alugado perto do local, onde as violentou sexualmente, libertando-as após elas prometerem que não iriam denunciá-lo.

Os advogados de Sallie apresentaram vários recursos para evitar sua execução, defendendo que um dos membros do júri que o condenou à morte em 1991 mentiu sobre seus possíveis preconceitos no caso. Mas todos os recursos foram rejeitados pelos tribunais, por terem sido apresentados fora de hora.

Após a Justiça negar em última instância a apelação, o réu foi executado com três horas de atraso.

Enquanto esperava o resultado, Sallie pediu como última refeição uma pizza de pepperoni, asas de frango e um refrigerante, e recebeu a visita de vários parentes e amigos para se despedir deles.

Nesta quinta-feira (8), o Estado do Alabama pretende executar o preso Ronald Smith pelo assassinato, em 1994, de um funcionário de um supermercado.






UOL

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM