Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Homem recebe autorização legal para se casar com o filho adotivo

Um homem de 79 anos recebeu uma autorização para se casar com um outro de 69, que foi adotado por ele. Nino adotou Roland em 2012 para que tivesse alguma proteção legal para o seu relacionamento, já que o casamento gay ainda não estava legalizado na Pensilvânia, nos Estados Unidos.

NA FOTO:Nino (à esquerda) e Roland.


A realização do casamento sempre esbarrou em algum impedimento legal, já que a adoção era tida como indissolúvel. Agora, com a sinalização da Suprema Corte do estado americano, Nino poderá dissolver a adoção e se casar com Roland.

O caso é primeiro na história jurídica dos EUA. Casais gays, anteriormente, se limitavam ao recurso da adoção para garantir herança e outros direitos ao parceiro.

A decisão da juíza Susan Peikes Gantman é considerada pelo casal, qua está junto há 46 anos, como um “presente de Natal”. 















jornal Metro

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM