Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Marido encontra esposa com colega em casa e tenta matar os dois em RR

Resultado de imagem para CORNOO empresário de Elcemir Matos Nunes, de 27 anos, foi preso nesta quarta-feira (7) no município de Pacaraima, Norte de Roraima, por tentativa de homicídio, desacato, resistência à prisão e violência doméstica. O irmão dele, Elisomero Matos também foi preso por dar apoio ao suspeito.
De acordo com a Polícia Militar, Nunes teria flagrado a esposa, de 26 anos, com um jovem colega dela, de 23, na residência onde o casal mora.
Na ocasião, o empresário teria arrombado a porta do banheiro onde estava o jovem, que, segundo a polícia, conseguiu fugir após ser golpeado na barriga.
Conforme relato de policiais, a esposa também fugiu do marido ao ser ameaçada de morte pelo marido. Ela pediu ajuda na sede da PM de Pacaraima.
"Fomos acionados para atender uma ocorrência de um homem correndo atrás de uma mulher com uma faca. Fizemos patrulhamento e encontramos os suspeito dentro de uma picape. No veículo, foi localizada a faca", declarou um policial.
Mas após alguns minutos, o suspeito cedeu à ordem dos policiais e foi à delegacia da cidade, onde estava a esposa, que revelou a tentativa do marido de feri-la com a faca e contou ainda que ele havia esfaqueado o jovem o qual estava na residência do casal.Segundo o PM, Nunes e o irmão dele se recusaram a entrar no carro da polícia e estavam bastante alterados.
"Ele dizia que tinha dinheiro e ninguém podia prendê-lo. E gritava com nossa equipe e com os policiais civis. Ele ainda ameaçou na delegacia de matar a esposa e que não entraria na cela", relatou o policial militar.
Ainda de acordo com a PM, o suspeito tentou fugir da unidade policial, mas foi imobilizado com dois tiros de bala de borracha e foi levado para a cela. "Estava alterado e com sintomas de embriaguez".
A esposa disse em depoimento que é casada com o suspeito há dez anos e com quem teve dois filhos. Segundo alegou, já teve outros desentendimentos com o marido, mas esta foi a primeira vez que procurou a polícia.
A vítima admitiu que deixou o colega dormir no sofá, 'pois ele tinha perdido a chave do seu apartamento'. "Ele disse que iria me matar e saiu correndo atrás de mim com a faca", declarou à polícia.
A jovem não representou criminalmente contra o marido, mas solicitou medidas protetivas contra Nunes. Após ser autuado em flagrante, ele foi trazido a Boa Vista para audiência de custódia, que decidirá pela sua prisão preventiva. O irmão do empresário foi liberado. O jovem esfaqueado prestou depoimento e foi submetido a exame de corpo de delito.

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM