Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Ex-governador admite voto em Ricardo e defende união com Cássio

O ex-governador Roberto Paulino apresentou uma solução para a queda de braço que ocorre internamente no PMDB em relação às eleições de 2018. O peemedebista admitiu voto no governador Ricardo Coutinho e defendeu a união com Cássio Cunha Lima (PSDB) nas próximas eleições gerais.

“O PMDB hoje tem dois candidatos a governador, mas futuramente poderá não ter nenhum e sequer indicar candidato a vice-governador. É isso que eu não quero ver: meu partido a reboque de ninguém”, afirmou.

Para o ex-governador, o presidente estadual da legenda, José Maranhão, e o senador Raimundo Lira (PMDB) saberão conduzir as articulações para garantir o fortalecimento do partido. “Raimundo Lira tem esse poder de somar, então eu considero um grande nome para 2018”, frisou.

As declarações ocorreram durante entrevista na Rádio Cultura de Guarabira.

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM