Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Galvão narra vitória do Brasil sobre a Colômbia junto com sobrevivente de tragédia com avião da Chapecoense

 

Convidado pela Globo a fazer parte da transmissão de Brasil x Colômbia, o “Jogo da Amizade”, na noite desta quarta-feira (25), o radialista Rafael Henzel aproveitou a oportunidade para homenagear os jornalistas mortos no acidente de avião com a Chapecoense.

“Essa é uma profissão apaixonante. A gente precisa sempre estar pensando na frente. Quarenta dias depois do acidente, eu já estava trabalhando. Isso aqui, estar aqui é um privilégio. Quero agradecer o convite porque estou aqui para representar 21 colegas que se foram naquela trágica noite, não quero ter essa pretensão, mas na minha participação aqui eu quero representar todos os colegas que se foram. Que a gente possa ter muitas vitórias pessoais, sempre com perseverança”, afirmou Henzel no início do jogo, ao lado de Galvão Bueno.

O narrador da Globo prometeu fazer uma parceria com Henzel, narrador na rádio Oeste Capital, de Chapecó, ao longo da transmissão.

“Hoje quem narra pênalti é você, ein?”, disse Galvão.

“Eu?”, respondeu Henzel.

“É… falta perto da área também”, continuou o global.

“Que responsabilidade, ein?”, terminou o radialista de Chapecó.

Aos 21 minutos, Galvão passou o microfone pela primeira vez para Henzel, que narrou a partida por cerca de 1 minuto. Nos minutos seguintes, eles voltaram a fazer a ''tabelinha'' algumas vezes, sempre que o Brasil levava perigo ao gol da Colômbia

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM