Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Sindicato Reintera Pedido de Lista de Contratados á Justiça Eleitoral de Cabedelo

Recentemente foi noticiado por esse Blog, com exclusividade, matéria que tratou da denúncia formulada pelo SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE CABEDELO – SINDCAB, que acusava de cooptação de votos o prefeito eleito Leto Viana mediante contratação de pessoal no período que antecedeu o processo eleitoral próximo passado.


Entenda o caso:EXCLUSIVO: Denúncias Podem Provocar Cassação Do Prefeito De Cabedelo.Confira

É lamentável ter que informar à população cabedelense que até a conclusão desta matéria ainda não tinha aportado aos autos as relações dos funcionários mantidos pela Prefeitura Municipal, inobstante os diversos expedientes encaminhados pela Justiça à Corte de Contas do Estado, num flagrante desrespeito ao que hoje é determinado pelo Poder Judiciário. ISTO É UMA VERGONHA, como diria o jornalista Boris Casoy!!!!!!!

Vale ainda frisar que o Sindicato denunciante encaminhou pedido ao Douto Magistrado da Comarca de Cabedelo, através do Ofício nº 002/2017, datado de 11 de janeiro do corrente ano, no qual solicita manifestação do Poder Judiciário em face do não cumprimento, por parte do TCE, das determinações contidas nos expedientes anteriormente encaminhados.

O referido processo atualmente se encontra concluso ao Juiz Titular para que nele se manifeste, motivo pelo qual sugerimos ao Douto Magistrado que DETERMINE a entrega IMEDIATA por parte do Tribunal de Contas da documentação que se faz necessária à elucidação do caso, sob pena de expedição de MANDADO DE BUSCA, sem prejuízo de oferecimento de DENÚNCIA pela prática do crime de PREVARICAÇÃO e DESOBEDIÊNCIA DE ORDEM JUDICIAL contra aqueles envolvidos na retenção do material necessário à instrução da demanda.


Leia mais:Prefeito De Cabedelo Doa Para Empresa Privada Área Pública Destinada A Uma Praça Em Intermares No Valor De Quase Um Milhão De Reias

Por fim, também é de se lamentar a conduta adotada pelo Tribunal de Contas, conduta esta que macula a sua imagem perante os gestores paraibanos, já sendo, inclusive, denominado por alguns de TRIBUNAL DE COTAS.

Com a palavra, MAIS UMA VEZ, a Justiça Eleitoral.








Blog do RC

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM