Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Aposentado é preso e confessa que estuprava a neta de 12 anos

Policiais Civis do Grupo Tático Especial (GTE) da Delegacia de Homicídios e Entorpecentes (DHE) da cidade de Patos, no Sertão paraibano, cumpriram, na manhã desta segunda-feira (20), no município de São José do Bonfim, um mandado de prisão expedido pela Justiça contra o aposentado Genivaldo da Silva Pereira de Oliveira, 66 anos. Ele é suspeito de praticar o crime de estupro de vulnerável.

A polícia começou a investigar o suspeito depois de receber uma informação repassada pelo Conselho Tutelar do município de que Genivaldo poderia estar praticando o crime de estupro contra uma neta. Os conselheiros foram até a casa de Genivaldo e lá encontraram a vítima que confirmou a violência sexual cometida pelo avô. A criança, que hoje tem 12 anos, foi levada para a casa do pai, que é separado da mãe dela.

O caso aconteceu na sexta-feira (17) e depois de ouvir as testemunhas e a vítima o delegado Galdencio Neto solicitou à Justiça o mandado de prisão. “Genivaldo foi preso na casa dele. Na delegacia ele confessou a violência sexual praticada contra a neta e disse que a primeira vez que abusou da menina ela tinha apenas quatro anos. Mesmo morando na mesma casa com a mãe da menina, que é filha dele, ela não desconfiou de nada porque sofre de distúrbios mentais”, disse o delegado.


Secom-PB 

Salão de Beleza

Salão de Beleza

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM