Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Eclipse do Sol poderá ser visto na Estação Cabo Branco

Um novo fenômeno natural poderá ser visto no céu de João Pessoa neste domingo (26) de Carnaval. Trata-se do eclipse parcial do Sol que pode ser visto pelas lunetas do Laboratório de Astronomia da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano.

A observação do eclipse parcial do Sol acontecerá nos jardins da Estação Cabo Branco, com entrada aberta ao público de todas as idades. A casa abre às 10h e o início do fenômeno está previsto para acontecer aproximadamente às 11h23, atingindo seu apogeu de visibilidade às 12h32.

A observação será coordenada pelo professor de Astronomia, Marcos Jerônimo, com a presença de integrantes da Associação Paraibana de astronomia (APA) e do Núcleo de Estudo e Pesquisa em Astronomia (NEPA/IFPB), com seus instrumentos. As instituições são parceiras da Estação Cabo Branco na observação destes fenômenos, atividades e estudos ligados Astronomia.

O professor, Marcos Jerônimo, que realiza o acompanhamento das observações astronômicas na Estação, pede para ao informar ao público que a visibilidade do fenômeno só será possível se o clima estiver favorável.

Essa observação do Sol está sendo chamada de "Carneclipse" por acontecer exatamente no período das folias de Carnaval. Um eclipse solar ocorre quando a lua se coloca na órbita entre a Terra e o Sol, bloqueando a luz solar e, consequentemente, projetando uma sombra na Terra.

"Este eclipse solar será visto como anular em uma faixa estreita no extremo sul da América do Sul e na parte Oeste da África. Será visível como parcial na América do Sul, exceto partes dos Estados do Norte e Noroeste do Brasil", informou Marcos Jerônimo. "Em João Pessoa o Sol será coberto em 23% de sua área visível", acrescentou o professor.

Cuidados - Para evitar danos à visão é aconselhável a utilização de filtros especiais com proteção UV, sem jamais ter de recorrer a filtros improvisados ou recursos como chapas de raio X.

Eclipses de 2017 - De acordo com Marcos Jerônimo, o ano de 2017 será marcado por quatro eclipses: dois lunares e dois solares. O primeiro foi um eclipse penumbral da Lua, em 10 e 11de fevereiro, que foi visível em todas as Américas.

O segundo será um eclipse anular do Sol, em 26 de fevereiro, visto em uma faixa estreita no extremo Sul da América do Sul e na parte Oeste da África. Um eclipse anular do Sol ocorre quando a Lua não cobre totalmente o Sol, deixando um anel visível ao seu redor.

O terceiro será um eclipse parcial da Lua, em 7 de agosto, visível na Europa, Ásia, África, Austrália e extremo norte da América do Sul. Um eclipse parcial da Lua ocorre quando o satélite entra apenas em uma parte da região da umbra da sombra da Terra, ou seja, ela não fica totalmente escura.

"O quarto será um eclipse total do Sol, em 21 de agosto, visível como parcial na América do Norte, América Central e Centro-Norte da América do Sul. Será visível como total em uma estreita faixa na parte central da América do Norte", explicou Marcos Jerônimo.




Secom-JP


Salão de Beleza

Salão de Beleza

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM