Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Jornalista paraibano agredido por Cássio na internet decide processar senador

Jornalista paraibano agredido por Cássio na internet decide processar senadorO jornalista e procurador efetivo do Estado, Sebastião Lucena  afirmou que vai processar o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), após ser xingado pelo tucano em um grupo de WhatsApp. Tião Lucena, como é mais conhecido na imprensa paraibana, relatou que pretende processar o recém-eleito vice-presidente do Senado Federal por calúnia e difamação, e diz lamentar a “postura desequilibrada” do parlamentar.
 
“Ele (Cássio) está desequilibrado, não há outra explicação para alguém que é vice-presidente do Senado agredir um jornalista da Paraíba sem mais nem menos. Eu não tive a intenção de ofende-lo, apenas reproduzi uma notícia como toda pessoa faz no WhatsApp, em que você pega de uma lista e compartilha. Fiquei sem entender porque logo em seguida ele veio dizer que eu sou bajulador do governador”, afirmou Tião.
 
A confusão envolvendo Tião e Cássio começou depois que o jornalista compartilhou em um grupo de WhatsApp uma matéria mostrando a tentativa do senador de tirar proveito político da obras de transposição o do Rio São Francisco.
 
Irritado com o compartilhamento da reportagem, Cássio enviou, no grupo de WhatsApp, uma mensagem direcionada a Tião, que foi definida pelo jornalista como “gratuita e desnecessária”.
 
“Na época que ele foi impedido de ser empossado, porque Wilson Santiago ocupou a vaga dele, devido a uma pendência jurídica, eu coloquei o meu blog à sua disposição e depois vem dizer que eu lambi o ovo dele. Eu desafiei a provar algo que tivesse me favorecido durante este tempo e ele não teve condições de provar. Sou um procurador do estado e tenho minha independência pra não precisar bajular ninguém, no entanto, eu defendo quem eu acredito e talvez por isso eu tenha desgostado esse senhor. Eu apenas divulguei um fato, se ele tem o rabo de palha com alguém que se explique a sociedade”, declarou Tião Lucena em entrevista ao portal Paraíba Debate.









Hora do Vale



OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM