Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Mulher é presa após matar e manter corpo de estuprador em casa

Uma mulher foi presa após matar e manter o corpo de um estuprador em casa durante meses. Carmen Baena Reina, que mora na região de Andaluzia, Espanha, disse que o homem, identificado apenas como Manolo, a estuprava, pelo menos, cinco vezes por dia, além de trancafiá-la em casa.

Segundo a polícia, ela se aproveitou de um momento de distração do homem de 51 anos, pegou uma faca e o matou. O corpo foi colocado no quintal da casa e estava em estado de putrefação. Os agentes só descobriram os dois crimes porque Manolo estava desaparecido desde outubro de 2016, época em que a mulher o matou.

“Eu o matei em outubro porque não aguentava mais ser estuprada”, disse a Carmen à imprensa local, segundo o The Mirror. Quando a polícia entrou na casa, Carmen começou a chorar e contava, aos prantos, o ocorrido. “Ele não me deixava sair, me abusava e eu sempre o perdoei, mas ele sempre voltava, então, o matei”, desabafou.

A mulher foi levada para a delegacia e permanece presa. De acordo com informações da polícia, em 2014, Carmen o denunciou por violência doméstica, mas ele foi absolvido em 2015.

Metrópoles

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM