Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Policiais militares dizem que major não estuprou soldado e que ela inventou tudo porque queria ficar com ele, mesmo sendo casada. Ouça áudio

Um áudio enviado ao WhatsApp do BLOG DO REMBRANDT CARVALHO  (83 - 9 9802 3384 ) mostra a soldado Ágatha, que acusa o major Marivaldo de Souza França Filho de tê-la estuprado dentro do próprio quartel, chorando durante uma discussão com o marido por causa de seu envolvimento com o oficial.

Segundo policiais militares ouvidos , Ágata teve envolvimento amoroso com o major França muito mais tempo do que os oito meses que ela afirmou ter tido em depoimento à Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher.

Relembre o caso:

Soldado Afirma Ter Sido Estrupada Por Major Dentro De Batalhão De Polícia.

Mesmo casada, Agatha mantinha relacionamento
amoroso com o major França, segundo ela
mesma disse à polícia (Foto: Divulgação)




De acordo com esses mesmos policiais militares, Ágatha "inventou que foi estuprado porque ela queria ficar com o major França e ele só queria mesmo era sexo". 


Mesmo casada, Agatha mantinha relacionamento
amoroso com o major França, segundo ela
mesma disse à polícia (Foto: Divulgação)

Ressaltaram que, quando ocorreu o suposto estupro, Ágatha e o major França "continuavam transando".

Até o momento, o comando-geral da Polícia Militar não comentou o assunto.


Ouça o áudio:










OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM