Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Caminhoneiro é apontado pela polícia de ser o responsável por mais de 30 estupros na região de CG

Caminhoneiro é apontado pela polícia de ser o responsável por mais de 30 estupros na região de CG
Um homem preso em outubro do ano passado foi acusado pela Polícia Civil de Campina Grande  como responsável por mais de 30 estupros ocorridos entre os meses de junho e outubro na Região Metropolitana de do município.

O caminhoneiro Iremar Albuquerque Alves Negreiros, 41 anos, foi reconhecido pelas vítimas e exames de DNA confirmaram a autoria dos crimes. Em entrevista, delegados relataram que o motorista confessou a maioria dos estupros. 

Suspeito de cinco estupros na Paraíba é identificado através de exame de DNA

A delegada Maíra Roberta disse que Iremar Albuquerque  confessou ter cometido até mais casos do que informado pelas vítimas. “Temos reconhecimento das vítimas e de testemunhas, teve alguns atos que ele praticava na frente de familiares que reconheceram”, falou a delegada da Mulher.

A delegada informou que o motorista Maíra  que Iremar usava uma pistola e em um dos casos ele usou fios de telefone para ameaçar as vítimas.

O caminhoneiro, que disse ser usuário de drogas, cometeu os crimes nas cidades de Puxinanã, Areal, Esperança, Matinhas, Lagoa Seca, Montadas, Lagoa de Roça, Alagoa Nova, São Sebastião de Lagoa de Roça.

Foram abertos 25 inquéritos nas delegacias da Mulher de Campina Grande e seccional de Esperança, mas em alguns inquéritos existem mais de uma vítima. 







Click PB




OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM