Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

PGR PEDE PRISÃO DE AÉCIO NEVES (PSDB) E STF AFASTA SENADOR; IRMÃ E PRIMO SÃO PRESOS. VEJA VIDEO

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo.

Fachin determinou o afastamento de Aécio do mandato de senador e buscas em endereços dele, inclusive no gabinete do Senado, como revelou a Coluna.

A informação sobre o pedido de prisão de Aécio foi antecipada pela TV Globo e confirmada pela Coluna.
 

O PSDB se reúne neste momento no Congresso para anunciar o sucessor de Aécio Neves (PSDB-MG) à frente da presidência nacional do partido. Nesta manhã, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão do senador Aécio Neves, mas o ministro Edson Fachin considerou que esta é uma decisão que cabe ao plenário do Supremo.

A informação sobre o pedido de prisão de Aécio foi antecipada pela TV Globo e confirmada pela Coluna.


Membros da ala jovem do PSDB na Câmara já começaram a se descolar do governo Michel Temer. Há o desejo para que ministros deixem os cargos. “Não há mais base e ninguém mais vai defender ou dar apoio a isso que está aí”, avaliou um deputado.


Primo de Aécio também é preso pela Polícia Federal

Foto: Estadão / Andreza Matais

Um primo do presidente do PSDB, senador Aécio Neves, também foi preso preventivamente nesta quinta-feira pela Polícia Federal. Fred, como é conhecido Frederico Pacheco de Medeiros, teria sido filmado recebendo R$ 2 milhões a mando do empresário Joesley Batista.

Além dele, Menderson Souza Lima, assessor do senador Zezé Perrela (PMDB-MG) também foi preso. Assim como a irmã do operador financeira Lucio Bolonha Funaro, chamada Roberta. Todos foram citados na delação de Joesley Batista.

Em todos os casos os mandados são de prisão preventiva e foram autorizados pelo STF.

STF também autorizou mandados de prisão contra Cunha e Funaro


O STF autorizou a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha e do operador financeiro Lucio Bolonha Funaro na Operação Patmos, deflagrada nesta quinta-feira, em decorrência de fatos revelados na delação do empresário Joesley Batista.

Os dois já estão presos. Na prática, os mandados significam que se conseguirem habeas corpus para serem soltos pelos crimes que motivaram suas atuais prisões, permanecerão encarcerados.

Andrea Neves tinha comprado passagem para Londres hoje à noite


Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves, tinha uma passagem comprada para Londres na noite desta quinta-feira, segundo investigadores. Ela foi presa há pouco em Belo Horizonte acusada de pedir dinheiro para Joesley Batista em nome do irmão, que recebeu R$ 2 milhões do empresário em entrega filmada e registrada. O dinheiro foi dada a um primo de Aécio.

A Operação que afastou o presidente do PSDB do mandato foi denominada pela Polícia Federal de Patmos. É uma referência a ilha grega onde o apóstolo João teria recebido mensagens do apocalipse.

Presidente da OAB vai pedir ao STF fim do sigilo de gravações feitas por Joesley Batista

Claudio Lamachia, presidente da OAB(Fotos: Reprodução / Estadão)

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, estava em Maceió na noite de ontem participando de um evento da OAB local. Na madrugada, voltou a Brasília para protocolar hoje, no STF, pedido de levantamento do sigilo das gravações feitas pela JBS com o presidente Michel Temer; o senador Aécio Neves e outras autoridades.

Lamachia deve se reunir hoje com o ministro Edson Fachin, do STF. “Se as notícias forem confirmadas, o presidente Temer perde as condições para continuar à frente do Palácio do Planalto”, diz Lamachia.

 VEJA VÍDEO




OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM