Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Amor ou crime? Primo de 22 namorava menina de 11 anos

A história divide opiniões. Um homem de 22 anos foi denunciado pela prima por manter relações sexuais com sua filha de 11. De acordo com o Código Penal, relações sexuais com menores de 14 anos é crime considerado "estupro de vulnerável" cuja pena varia de 8 a 15 anos. No entanto o caso ganha particularidades.

A primeira diferença entre os casos é que segundo a pré-adolescente, o rapaz a respeitava e só manteve relações com ela com seu consentimento. Segundo versão da Polícia Civil, o jovem assumiu o ato e disse que não contou para a família sobre a paixão que viviam porque ninguém o entenderia.

O casal havia se conhecido em 2015 quando ela tinha 9 anos. Mas em abril último, quando a família de Ibirité foi para Belo Horizonte, houva uma reaproximação. Ele é da localidade de Barreiro, em BH. A primeira a desconfiar foi a avó que viu a menina se comunicando com o primo via Smartphone. Ao ser pressionada ele revelou o romance.

Nas redes sociais houve quem amenizasse o ato do primo e não visse comportamento criminoso. E você? Isso seria algo espiritual,um amor de outras vidas?

 Admitindo que de fato pudesse ter surgido algo confundível com amor, ou que fosse o próprio sentimento, não há justificativa para que o homem tenha levado o relacionamento a conjunção carnal. Teria que ter esperado a jovem ter cumprido idade legal e participado a família das suas intenções.


Redação

Salão de Beleza

Salão de Beleza

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM