Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Apesar de alegar crise quando o assunto é investimento, prefeito de Santa Rita licita 240 passagens aéreas

Está no Diário Oficial edição n.º 653, desta quarta-feira (7), a mais nova aquisição da gestão Panta, em Santa Rita.

A prefeitura municipal licitou 240 (duzentas e quarenta) passagens aéreas, a serem usadas dentro dos próximos 12 meses.

A empresa ganhadora foi a APOIOTUR VIAGENS E TURISMO LTDA, situada na Rua Tabelião José Ramalho Leite, 1275, Sala 001, Cabo Branco, João Pessoa.

Panta tem cortado salários e direitos adquiridos dos servidores públicos municipais, além de permitir a precarização de alguns serviços sob o argumento da crise por que passa o município.

Recentemente, ao enfrentar sua primeira greve geral em virtude de não ter pago salários atrasados, terço de férias do servidor, além do reajuste anual do Magistério e das outras categorias funcionais, o prefeito requereu a ilegalidade do movimento paredista sob a alegação de que a crise que o município enfrenta não permite que a edilidade tenha condições de cumprir com as suas obrigações.

Mas a mesma edilidade que não pode cumprir com as suas obrigações com o servidor, pode comprar 240 passagens aéreas.

Na crise seletiva do doutor, o único lado onde a corda arrebenta é o do servidor e da população, carente dos serviços mais básicos.

Santa Rita, com certeza, tem diversas prioridades. Passagens aéreas estão bem longe delas.

90% da população santarritense, em sua massiva maioria de baixa renda, talvez, sequer tenha saído da Paraíba, mas vai pagar com o erário, com os seus impostos, com o seu dinheiro, 240 passagens de avião para o prefeito e seu staf terem o conforto que só os aristocratas têm direito.

Por que o povo, temos certeza, jamais terá sequer o sonho de usufruir de tal luxo.






News Paraíba










OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM