Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Procurador-geral de Justiça afirma que MPPB vai apurar fatos no Lar do Garoto

Procurador-geral de Justiça afirma que MPPB vai apurar fatos no Lar do Garoto
O procurador-geral de Justiça do Ministério Público da Paraíba, Bertrand Asfora, comentou sobre a reunião ocorrida nessa quarta-feira, 7, com diversos órgãos para discutir a situação do Lar do Garoto, que em menos de uma semana registrou duas fugas e uma rebelião com sete mortes.

Segundo Asfora, a situação é preocupante e que os fatos vão ser investigados.

– Foram fatos graves e que merecem uma profunda apuração por parte de todos, do Ministério Público, do Poder Judiciário e o Governo do Estado. Esperamos sair daqui com alguns encaminhamentos. Os nossos promotores tomaram todas as medidas cabíveis, tanto administrativas como judicial, não só em relação a Campina Grande, mas também em João Pessoa. Acredito muito na importância da atuação conjunta de todos os órgãos para resolver o problema – pontuou.

Bertrand afirmou que o papel do Ministério Público é apurar os fatos.

– A atribuição da apuração é do Ministério Público, tanto dos fatos verificados no ambiente do Lar do Garoto, como as consequências disso nos procedimentos criminais identificando a autoria dos homicídios lá verificados. Espero sair dessa reunião com desdobramentos positivos e ações práticas – explanou.

Asfora deixou claro que o MPPB já havia proposto várias ações judiciais para o Lar do Garoto, através dos promotores da Infância e Juventude.

– Fizemos muito mais do que uma recomendação. Propusemos várias ações, através dos órgãos de atuação. Ações judiciais foram propostas para o Lar do Garoto. O trabalho começou lá atrás com as ações propostas. Estamos colocando tudo na mesa, para que nós possamos agir de forma mais rápida e apresentar uma grande proposta de solução na visão do Ministério Público para as medidas socioeducativas – comentou.







Paraibaonline




OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM