Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Cássio admite que PSDB terá só uma vaga na chapa majoritária

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), admitiu que há apenas uma vaga na majoritária para o PSDB, nas eleições de 2018, mas ressaltou que não há “impedimento de ordem legal nem de caráter político” neste fato, a questão seria apenas porque “geopoliticamente, hoje, não tem ninguém, nenhum partido que tenha hegemonia para vencer as eleições isoladamente” e, por este motivo, ocorrem as coligações.

“Não há nenhum partido que tenha hegemonia, nem o PSD, nem PDT, PMDB, nem o PSDB, nem o DEM, PTB, para vencer as eleições isoladamente, portando as coligações são necessárias”, adiantou.


Cássio elogiou a administração de Romero Rodrigues em Campina Grande e o apontou como um nome forte, mas ressaltou que Romero e Luciano Cartaxo não são os únicos nomes que o partido dispõe. Ele disse que poderia abrir mão de sua candidatura por Romero.

“Se o PSDB tem um candidato a governador, o nome de Romero desponta como nome forte para disputar o governo.  Ele termina fazendo o mesmo caminho que fiz e meu pai fez, a partir de uma administração exitosa. Isso o credencia para disputar o Governo. Se for preciso eu não disputar eleição, já tenho 30 anos de mandato, tenho folha com serviços prestados à Paraíba da qual me orgulho, posso suspender minha atividade na vida pública para que Campina e a Paraíba possam ver a candidatura de Romero. Isso não me incomoda. Digo isso de coração aberto. O importante é que as oposições estejam unidas e eu não serei obstáculo de forma nenhuma”, disse.

O senador também foi questionado sobre críticas do prefeito Romero aos gestos do presidente estadual do partido, Ruy Carneiro. Cássio disse que vai conversar com os dois para resolver o “desalinhamento”.

“Vamos fazer essa conversa. Na verdade o partido tem encontro marcado nacionalmente através de convenção a ser agendada nos próximos dias. A executiva nacional do partido estabelecerá uma data para uma convenção nacional e, depois disto, acontecerá o mesmo nos estados. Vamos conversar pois esse tipo de desalinhamento será resolvido conversando”, afirmou Cássio.





Paraíba Todo Dia

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM