Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Na folha do Estado e de prefeitura do PSDB, irmãos embolsam R$ 13 mil/mês dos cofres públicos


Uma notícia que repercutiu durante toda a semana na região do Vale do Mamanguape. Na folha de pessoal do Governo do Estado (PSB) e da Prefeitura de Curral de Cima (PSDB), os irmãos Gilson Pereira da Silva e Gerlane Pereira Batista, 'embolsam' mensalmente dos cofres públicos a quantia aproximada de R$ 13 mil.

Segundo informações publicadas no Sagres, do Tribunal de Contas do Estado, Gilson Pereira da Silva ocupa no Governo Estadual o cargo de "articulador", na Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, com remuneração de R$ 1,4 mil. Na Prefeitura Municipal de Curral de Cima, ocupa cargo na Secretaria de Habitação e Planejamento, com remuneração de R$ 3 mil. 

Ainda segundo informações publicadas no Sagres, do Tribunal de Contas do Estado,  a irmã de Gilson, Gerlane Pereira Batista, ocupa no Governo Estadual o cargo de Diretor de Escola Técnica, lotada na Secretaria de Educação, com remuneração de R$ 4,9 mil. Na Prefeitura Municipal de Curral de Cima, ocupa cargo também na Secretaria de Educação, com remuneração de R$ 4,3 mil. 

De acordo com as informações de rádios locais, Gilson e Gerlane seriam aliados políticos da deputada estadual Estela Bezerra (PSB), mas ignorando divergências políticas, também possuem boa relação com Totó Ribeiro (PSDB). 

A reportagem do Paraíba RádioBlog tentou, sem sucesso, contato comos irmãos Gilson Pereira da Silva e Gerlane Pereira Batista, e deixa aberto o espaço para eventual direito de resposta.

Ao citar um caso ocorrido no Espírito Santo, colunista do Congresso em Foco mostra a legislação brasileira que proíbe a mesma pessoa ter dois empregos no funcionalismo. "Traduzindo em miúdos, a regra geral é a proibição do acúmulo de cargos"






OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM