Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Doméstica é presa suspeita de roubar R$ 15 mil em joias

A Polícia Civil da Paraíba, por meio de uma ação do Núcleo Especializado em Repressão a Tentativas de Homicídios (Nertho), de Campina Grande, na tarde dessa quarta-feira (9), prendeu em flagrante delito Josinete Barbosa do Nascimento, 38 anos, pela prática de crime de furto qualificado por abuso de confiança. Consta na investigação policial que, na última sexta-feira (4), ela subtraiu um pequeno cofre contendo diversas joias e pertences pessoais das vítimas, avaliado em aproximadamente R$ 15 mil. A prisão foi realizada no bairro do Catolé, em Campina Grande.

De acordo com informações policiais, Josenete, há aproximadamente três meses, começou a trabalhar como empregada doméstica na residência de um empresário da cidade, mas, apesar de toda insistência do patrão, ela se recusava a querer assinar a carteira de trabalho e sempre enrolava quando lhe eram solicitados seus documentos pessoais. Contudo, pelos bons serviços prestados e por sempre estar disponível, foi ganhando a confiança dos patrões.

Diante disso, começou a ter a confiança de ficar sozinha no apartamento da família, e aproveitando dessa confiança, na última sexta-feira, subtraiu o cofre, que colocou dentro de uma bolsa contendo diversas joias e em outra bolsa pertences pessoais da vítima. Sua saída foi filmada pelo circuito interno de câmeras do residencial. Depois da prática do fato criminoso, a contratada desapareceu e a família não conseguiu manter mais nenhum contato com ela, e registrou boletim de ocorrência na Central de Polícia.

A prisão se deu em decorrência do trabalho investigativo e buscas de pistas de seu paradeiro realizado pela equipe do Nertho, que conseguiu localizá-la e lhe dar voz de prisão. Com ela foi encontrada, recuperada e apreendida parte dos objetos furtados e devolvidos às vítimas.

A suspeita não tem moradia fixa e pode ter praticado fatos semelhantes em outras residências onde possa ter trabalhado. Ultimamente estava morando na casa de uma senhora que havia lhe dado guarita. A Polícia acredita que, provavelmente, ela estaria planejando novos delitos.

A presa foi autuada e deverá responder pelo crime de furto qualificado e abuso de confiança, conforme art, 155, parágrafo 2, do Código Penal Brasileiro. Ela deve participar de audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (10), ficando à disposição da Justiça.


Secom/PB

OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM