Publicado:
Postador Por Rembrandt Carvalho

Temer afirma que enfrentará longa tarefa para pacificar o país

Michel Temer: O presidente Michel Temer (PMDB)
No dia em que a Câmara dos Deputados vota a denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB), o peemedebista publicou um artigo no jornal Folha de S.Paulo em que declara ter uma longa tarefa para pacificar o país. Sem citar a acusação que a Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou, Temer prometeu que continuará com a implementação de reformas estruturantes para garantir a retomada econômica antes das próximas eleições.

“Não importam os obstáculos; o importante é que os diversos setores tenham maturidade e disposição para discutir o mérito das questões nacionais”, disse Temer. “Temos longa tarefa pela frente. Entre elas, a de pacificar o país, um dos motes de nosso discurso de posse. Chegaremos lá. Com o apoio do Congresso e do povo brasileiro.”

O presidente declarou que a carga de responsabilidades sobre o seu governo é grande. “Mas os bons resultados nos animam”, disse. “Vamos continuar com as reformas estruturantes: são fundamentais para que o próximo governante possa seguir numa direção segura. Previdência, simplificação tributária, reforma política e mais medidas desburocratizantes serão as forças motrizes desta fase.”

Para se safar no plenário da Câmara, Temer precisa de 172 votos favoráveis ao relatório do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e pede o arquivamento da denúncia. Já a oposição deve contabilizar 342 votos para encaminhar a acusação ao Supremo Tribunal Federal (STF).








Ricardo Bunduky


OUÇA A RADIO KEBRAMAR FM